Postagens

Extra para as prefeituars do país

Municípios recebem na sexta-feira mais de R$ 3,5 bilhões do primeiro decêndio do FPM Será creditado nesta sexta-feira, 8 de dezembro, nas contas das prefeituras brasileiras, o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 1º decêndio deste mês. O montante será de R$ 2.807.005.606,28, já descontada a dedução do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, isto é, incluindo a dedução do Fundeb, o montante é de R$ 3.508.757.007,85. De acordo com o levantamento feito pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) com base nos dados do FPM, o 1º decêndio de dezembro de 2017, quando comparado com o mesmo decêndio de 2016, apresenta aumento de 10,3% em termos nominais, ou seja, sem considerar os efeitos da inflação. Por sua vez, o valor real do repasse do 1º decêndio de dezembro em relação ao mesmo período de 2016 apresentou aumento de 7,92% levando em conta as consequências da inf…

Chuva para 2018

Ciclo de seca está encerrado e 2018 será de inverno no Nordeste, prevê a meteorologia Vai chover mais no próximo ano e, segundo os meteorologistas, o ciclo de seis anos seguidos de seca severa para o semiárido do Nordeste está encerrado e não deverá se repetir na próxima década. O prognóstico do meteorologista Gilmar Bistrot (Emparn) à reportagem da Tribuna do Norte é corroborado por Luiz Carlos Baldicero Molion, meteorologista e professor da Universidade Federal de Alagoas. As análises apontam para um inverno que varia de normal e acima da média, em 2018, abrindo uma possível sequência de nove anos com baixa possibilidade de secas repetidas.

Senado Federal

Senado aprova aumento do repasse da União para os municípios O Senado aprovou nesta quarta-feira (6) a proposta de emenda à Constituição que aumenta o repasse da União às prefeituras por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Após acordo, a votação da PEC foi realizada em dois turnos, e segue agora para análise da Câmara dos Deputados. A PEC determina a elevação de um ponto percentual no repasse entregue aos estados e municípios, oriundo das arrecadações do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A distribuição dos recursos será alterada de 49% para 50%, e o novo repasse será feito em setembro de cada ano. De acordo com os defensores da proposta, os municípios, historicamente, recebem os menores valores em setembro e outubro devido à restituição do Imposto de Renda dos contribuintes.

E Mas um aumento !!

Imagem
Petrobras anuncia reajuste nos preços do gás de cozinhaO percentual médio de aumento é de 6,5% e passa a vigorar nesta quinta-feira. A elevação não se aplica ao gás de cozinha
IlustraçãoO GLP vendido pela Petrobras à indústria e ao comércio estará 46% mais caro do que os importados, a partir da quinta-feira, 2, quando passa a valer o reajuste anunciado nesta quarta-feira, 1º de novembro . A conta é do Sindigás, que representa as empresas distribuidoras.A Petrobras reviu o preço do derivado de petróleo em suas refinarias em 6,5%, em média.“Na avaliação do Sindigás, o aumento do GLP para embalagens que atendem o comércio e a indústria é preocupante, pois afasta o preço interno dos valores praticados no mercado internacional, impactando justamente setores que precisam reduzir custos”, afirmou a entidade, em comunicado.Segundo o sindicato, o aumento de preço será de 4,5% a 7,7%, dependendo da região onde o produto é retirado. As distribuidoras foram informadas nesta quarta do reajuste nas …

Prefeituras com Problemas Financeiros

FINANÇAS PÚBLICAS“Mais de 30 municípios do RN correm risco de não pagar 13º em 2017”, alerta FemurnMais de 30 municípios do Rio Grande do Norte correm o risco de não pagar o 13º salário a seus servidores este ano, garantiu nesta quarta-feira, 1, o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – Femurn – Benes Leocádio.Ele não descartou que esse número venha a ser bem maior, já que além do complemento salarial previsto para ser pago totalmente até 20 de dezembro, as administrações ainda arcarão com a segunda folha normal do mês.As exceções estarão por conta dos municípios que conseguiram adiantar pagamentos nos meses de junho e julho, quando receberam a parcela de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Estes talvez poderão honrar seus compromissos de final de ano”, excetuou Leocádio.A última vez que uma crise dessas assolou seriamente os municípios potiguares foi em 2015, quando metade deles ameaçou não pagar o 13º salário de seus servidores, o que motivou a…

Enquanto isso viajando!

Falta de governo O Governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (lá tem Governo!), disse que seu estado está fazendo inveja a muitos Estados mais ricos.  É verdade.Inveja dos mais ricos e despeito de vizinhos, no caso do Rio Grande do Norte, miseravelmente mais pobre de governo do que de finanças.Agora mesmo, dá na mídia que o governador daqui o senhor Robson Farias viajou e encarregou seu vice a mais um serviço sujo; no qual ele não venha se queimar o que ser, encaminhar projeto de Lei penalizando servidores públicos.Esse governo não tem autoridade moral nem política para tratar de servidores públicos. Seria a raposa legislando sobre as galinhas.E o vice-governador, portanto substituto da inutilidade, presta-se ao papel do rastejo.Viva a Paraíba!